sábado, 13 de março de 2010

A CHANCE


Uma mulher,
Divorciada,
Desempregada,
Gorda, velha e feia.
Tem alguma chance à felicidade?

............

Claro que sim!
Pois poderia ter sorte pior.

Poderia não ser mulher...
sem ter o dom da maternidade,
da sensibilidade, da intuição
e não gozar do imenso poder feminil...

Poderia estar casada
com um homem violento,
sujo, nojento.
bêbado e/ou mulherengo.

Poderia estar presa a um trabalho ignóbil,
sendo explorada,
talvez humilhada
sofrendo de assédio.

Enfim,
poderia estar inválida,
ser demente,
ou ter alguma anomalia.

............

Como nada disso acontece,
São minhas todas as chances!
Que bom!
Tenho a felicidade ao meu alcance!

3 comentários:

Analuz disse...

O bom é que várias chances nos são dadas ao longo da vida... Temos a chance de experimentar de tudo... Nem tudo nos é possível experimentar, algumas coisas nos escapam ou deixamos escapar...Mas a chance está aí... Abraço!

Diana matias disse...

Ficou muito bom cla,pena que em algumas partes como no começo é meio triste.E vc não deveria se sentir assim,pq tem caracteristicas unicas e marcantes em vc,abraços amiga.

Ronaldo Honorio disse...

Ayla, seu texto é um farol, sabe por quê? porque nos aponta, nos indica um mundo real, não um mundo perfeito onde as pessoas são pintadas ou vistas como clones de um conto de fadas hollywoodiano. Curiosamente, Ayla, com a descrição inicial que você deu ao seu texto, eu conheço tantas pessoas que fazem do seu dia a dia intensas usinas de energia de felicidade (claro, ainda que a felicidade seja um mosaico de eventos). Adorei teu texto. Real, sincero.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...