quinta-feira, 27 de maio de 2010

AMOR OU AMIZADE?

Na vida, conta mais o amor ou a amizade?
Um bom e querido amigo, ou uma grande e prazerosa paixão?
Uma amizade que alegra a alma. Ou um amor que aquece o coração?
Uma amizade com quem partilhar nossa alegria por ter encontrado o amor. Ou um amor com quem incendiar-se no ardor das emoções?
Os dois são válidos, são preciosos e são necessários. E não se excluem.
Mas, e se excluírem-se?
Se acontecer de, optando pelo amor, perder o amigo?
O que fazer? Para onde pender?
Amigo é amor para toda a vida. Na alegria e na dor. Vencendo tempos e distâncias.
Amor é sem garantias. Manter-se-á enquanto durar a paixão, até que o amor se desgaste e se dilua... O que pode nunca acontecer!
Um Amigo não exclui, não divide, não magoa, não sente ciúme, não cobra, não trai.
Um Amor pode magoar, ferir, trair... mas acalenta a alma, inebria o coração, afoguenta o corpo. E se basta.
E então: amor ou amizade?
O que escolher?
Renunciar à longa amizade, com partilhas, confiança e amor fraterno para abraçar uma nova relação, que pode destruir tudo o que anteriormente foi construído?
Trocar o sofá de afetos tranqüilos pela cama de prazeres carnais?
Permutar a paz da acolhida fraterna pela efusão do beijo voluptuoso?
Substituir a quietude de uma relação serena pela inconstância de uma ígnea emoção?
E agora, o que se faz???

5 comentários:

Analuz disse...

Se tivermos que fazer esta escolha, e esta escolha nos desagrade, é preciso rever a causa deste dilema... A causa deve ser excluída!

Rosa disse...

AMOR E AMIZADE... Os dois bom demais...gosto de pensar que existe um amor que pode ser amigo, ou melhor dizendo: ter amizade com a pessoa que amamos. Será possível? bjs

Anônimo disse...

Só tenho a dizer que é complicado, já senti muito na pele isso. E muitas vezes não arisquei por medo de perder, e já perdi por não ariscar. É a vida...

Ronaldo Honorio disse...

Ayla, tem opção diferente? rs Parece nao ter resposta, talvez haja o equilibrio dependendo sempre das singularidades. Mas, as pessoas se cansam, como as crianças se cansam dos brinquedos quando no começo são novidades; as pessoas entram demais num universo chamado pessoal e anulam aquilo que é muito genuíno... e aos poucos vamos desmontando tudo... Nao sei. O comentário anônimo me fez pensar que é arriscar mesmo, é a vida, faz parte... Eu só destesto não ter uma cumplicidade, tá dificil... tá muito dificil...

Mauro disse...

Viver é realizar desejos. Identifique-o e realize-o.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...