quarta-feira, 15 de setembro de 2010

VIVER É USAR DAS PEDRAS...

Dando prosseguimento à série de mensagens que postei aqui no blog sobre a arte de bem viver, partilho com vocês mais um interessante texto. Chama-se “A Pedra”, de autoria de Antonio Carlos Vieira.


"O distraído nela tropeçou...
O bruto a usou como projétil. 
O empreendedor, usando-a, construiu. 
O camponês, cansado da lida, dela fez assento. 

Para meninos, foi brinquedo. 
Drummond a poetizou. 
Já, David matou Golias, e
Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura...

E em todos esses casos,
a diferença não esteve na pedra,
mas no homem!

Não existe "pedra" no seu caminho
que você não possa aproveitá-la
para o seu próprio crescimento.

Cada instante que passa
é uma gota de vida que nunca mais torna a cair:
aproveite cada gota para evoluir...

Das oportunidades
saiba tirar o melhor proveito:
talvez não teremos outra chance."



LIÇÃO PARA O VIVER:
A vida nos joga pedras. Depende de nós o que fazemos com elas. Que aprendamos a usar nossas pedras para construir um caminho de evolução!

3 comentários:

Gilmar disse...

Grande verdade, Clarice! Tornamos as pedras, encontradas no caminho, boas muletas a "escorar" nossas incompetências, principalmente as emocionais, que tanto fustigam nossa exuberância humana!

É bem mais fácil lamentar os tropeços, chorar os calos provocados por tantas pedras em pés descalços. O labor de retirá-las da estrada é pesado. E a criatividade e inventividade já não dão conta de fazê-la oportunidade de melhoria e avanços.

Mais fácil optar por "involução"! Será mesmo?!

Meu carinhoso abraço!

AFRICA EM POESIA disse...

Linda poesia
O caminho tem sempre beleza para poesia...


Um beijo


em apontamento

Tenho estado a preparar novo livro de poesia...
Queria que estivesse pronto em meados de Outubro
O titulo será

Caminhei...caminhando...

O livro rondará os 10/15 euros
guardo algum(s) para ti?...


Beijos

Gilmar disse...

Clarice,

Acabo de oferecer-lhe o “Selo Qualidade”. Passe lá no Caminhar & Ruminar para apanhá-lo. E, como sempre faço, preciso dizer-lhe que fique à vontade para acolher o presente, passar adiante ou recusá-lo. Fique à vontade, sem quaisquer constrangimentos! Um grande e fraterno abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...